Posso usar o FGTS na compra do meu imóvel?

A resposta é SIM! Você pode usar o saldo da sua conta do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para comprar o tão sonhado imóvel.

O que devo fazer para usar o FGTS na compra do imóvel?

O FGTS é depositado mensalmente pela empresa em uma conta aberta em nome do funcionário e serve como uma espécie de garantia para o empregado. O valor acumulado pode ser retirado apenas em casos específicos, como a compra de um imóvel. Para conseguir utilizar o saldo (para essa finalidade), você precisa estar dentro de alguns pré-requisitos:

  1. Não ter imóvel na cidade em que mora e/ou trabalha, nos municípios limítrofes e na região metropolitana.
  2. Ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime FGTS (mesmo em períodos ou empresas diferentes).
  3. Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) em qualquer parte do País.
  4. Estar com as prestações do financiamento em dia (no caso de amortização da dívida também é permitido o uso do FGTS).
  5. Ser titular ou coobrigado no financiamento que pretende pagar parte do valor das prestações.

O próximo passo é reunir a documentação necessária

Separe a relação de documentos abaixo, leve até uma agência da Caixa Econômica Federal ou no Correspondente Caixa Aqui mais próximo e solicite a liberação do dinheiro:

  • RG;
  • Extrato da conta vinculada ao FGTS;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato (se você for trabalhador avulso);
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF (no caso de trabalhador casado ou em união estável, apresentar a DIRPF também do cônjuge ou companheiro/a).

Em alguns casos específicos, existem outros documentos que também devem ser apresentados. Confira aqui quais são.

Análise da documentação

A Caixa Econômica Federal vai fazer a análise da documentação e, se for aprovada, o saldo da sua conta do FGTS é liberado e você já pode utilizar o valor para comprar a casa própria.

Obs: Lembrando que pessoas com restrição cadastral, como o nome listado no SERASA ou SCPC, podem ter problemas com a liberação do valor.

Fique atento ao valor do imóvel

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou, no início deste ano, o aumento do limite do valor de imóvel comprado com utilização do FGTS. O teto subiu de R$ 950.000,00 para R$ 1.500.000, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal (onde os valores dos imóveis são mais altos). A medida vai vigorar até o dia 31 de dezembro de 2017, mas isso não quer dizer que no próximo ano o valor será reduzido.

Está precisando usar o saldo do FGTS para comprar o seu futuro imóvel? Esperamos que as dicas tenham lhe ajudado a entender melhor o processo.

Boa sorte!