Segurança, para você, representa bem-estar?

Hoje estar em segurança se transformou em premissa de viver bem e para isso mais e mais pessoas buscam condomínios fechados de casas ou de apartamentos.

Existem infinitas formas de se atingir tal sensação, e podemos aqui enumerar algumas:

Guaritas protegidas e com boa visão da rua e das garagens, telefone de contato e banheiro interno;

Portões duplos em sistema clausura tanto para pedestres como para veículos;

Sistema de passa volumes que evita a entrada de entregadores;

Cercas e muros altos e com cercas elétricas;

Sistema de monitoramento CFTV com acionamento remoto de alarme, monitoramento perimetral e de controle de acesso ao condomínio;

Portaria eletrônica com senha, biometria ou identificação facial…

E assim quanto mais a tecnologia avança, mais temos os caminhos da tranquilidade, porém, por outro lado, quanto mais avançamos neste sentido, mais desprezamos os conceitos básicos, como por exemplo, se o condomínio fica próximo ou vizinho de terrenos baldios, se há uma boa iluminação e vigilantes do lado externo, se a equipe terceirizada ou contratada é frequentemente treinada e orientada e ainda, se existe algum tipo de palestra de conscientização para os próprios condôminos ou comitê que pense e promova ações em prol deste assunto.

Temos habitualmente uma falsa sensação de segurança quando o que nos cerca é tecnologia, afinal, essa dificilmente falha, mas, menosprezamos que o investimento deve ser equilibrado, tanto em infraestrutura, como em material humano que possa cumprir, de fato, todas as regras e procedimentos gerados para a portaria e moradores, pois, podemos cometer erros simples, contudo, muito prejudiciais.

A grande maioria dos sinistros acontecem por desatenção dos próprios condôminos, muito mais do que propriamente um pane em equipamentos, que acabam privilegiando, sem intencionar, a entrada, literalmente, pela porta da frente, de assaltantes e afins, seja pelo pouco zelo no que se refere a entregadores, prestadores de serviço ou ainda por distração ao acessar a propriedade.

Você, que busca segurança, para morar com qualidade, fique atento ao seu condomínio, crie um comitê e aproveite nossas dicas para viver bem com a tranquilidade que você e sua família merecem.