Desacelere e viva a vida!

Vivemos em um mundo que não para, que nunca dorme, quase temos a sensação de que somos onipresentes, pois podemos “estar” em vários lugares ao mesmo tempo, como em duas reuniões em salas virtuais diferentes simultâneas…

A todo instante nossos pensamentos se antecipam e correm para o futuro, e aí a respiração falta, o coração acelera e pronto, cá estamos com a tal ansiedade.

Afinal, temos que saber de tudo de todos? Será que há a necessidade de nos ocuparmos de tantas coisas? 

Pare um minutinho para pensar, se vemos e sentimos o mundo pelo nosso próprio ponto de vista, concorda que se vemos o mundo, as situações, com calma, com mais delicadeza, assim ele se tornará? 

“Vemos o mundo pela janela da nossa mente”. E aí lhe pergunto, como está a sua?

Em algumas dicas, vamos mostrar como é mais fácil trazer a tranquilidade para o seu dia a dia e desacelerar, do que se pensa:

– Sente confortavelmente e respire. Com o ritmo acelerado, mal respiramos e ficamos horas respirando curtinho, somente na parte superior do peito. Experimente e respire profundamente cinco vezes. Feche os olhos, inspire e expire de maneira longa. Tente agora respirar como os bebês, e ao inspirar, encha a barriga de ar e quando expirar, esvazie-a. Alívio, né?!

– Procure ter atenção naquilo que está fazendo, naquele instante. Vamos a um exemplo fatal, quantas vezes você já escovou os dentes, pensando em escovar os dentes? Talvez, com muita sorte, somente antes de ir ao dentista. Para não ficar se deslocando mentalmente para outros tempos, é fundamental trazer sua atenção para o momento presente. Experimente treinar com pequenas atitudes.

– Autocuidado, palavra tão usada hoje, e com ação esquecida em nossa rotina. Mais uma pergunta para você: quantas vezes essa semana, você ouviu sua música preferida? Quantas vezes essa semana, você tomou um banho demorado e fez uma automassagem? Minutos preciosos do dia devem ser destinados exclusivamente a você mesmo. Imagine que só você estará com você em todos os momentos de sua vida, quem merece esse cuidado prioritariamente?

– Se conheça, não se julgue. Ao se conhecer melhor, estará apto para entender suas emoções e ser um velho aliado delas. Retire os rótulos, tristeza, raiva, perceba o quanto todas elas são temporárias. Observe em silêncio sem reagir prontamente. Sem tentar controlar. Apenas se observe com atenção e amor e verá quantas descobertas poderá fazer.

– Seu corpo, também um velho conhecido, faça atividade física, despertando-o. Caminhe ao ar livre, a luz solar, ative os cinco sentidos, sinta o odor de uma flor, ouça o canto de um pássaro, ou mesmo o movimento das folhas com o vento, aqueça sua pele com o sol, veja as cores da paisagem e ao final da caminhada, se hidrate buscando a refrescância de um copo de água. Revigorante e relaxante. Em apenas uma hora estará em você no presente, mas fundamentalmente como um presente para você!

Ao ler o livro “As coisas que você só vê quando desacelera” do mestre zen-budista Haemin Sunim, para citar um dos tantos que tratam o tema, aprendemos que ao manter a calma nesse mundo frenético, tranquilizar um pouco a mente e os pensamentos, cultivar o autocuidado são chaves fundamentais para termos saúde física, emocional e mental a qualquer época.

Na Habitram, ao projetar empreendimentos pensamos em você e em proporcionar espaços para o que é importante para você. Condomínios fechados, espaços zen, locais arborizados para que você desacelere, e amplie sua qualidade de vida sem o stress da vida moderna.

E acima de tudo, viva a vida!