A vida acima de tudo!

Quando a palavra rooftop aparece, algumas imagens nos veem a cabeça, cobertura de um prédio, glamour, elegância, vanguardista, inovador.

O que hoje é uma tendência nos empreendimentos nas grandes capitais, começou sua história lá atrás, em janeiro de 1969, quando os Beatles fizeram um show, o “Rooftop Concert” (“concerto do terraço”, em tradução literal) sendo essa a última apresentação pública da banda, com a participação do tecladista Billy Preston… já trazendo o conceito que está embutido em nossas mentes, uma mistura de elegância com modernidade.

Se seguirmos uma linha histórica, em São Paulo, Nova Iorque, os grandes centros mundiais, apresentam bares e restaurantes no rooftop que continuaram com a mesma linguagem, por aqui desde o lendário Terraço Itália, Esther Rooftop, até o moderno Skye no topo do Hotel Unique, representam na cidade sofisticação e inovação.

E assim, mais de 50 anos depois, hoje, assistimos a vez dos prédios residenciais nos trazendo o conceito de rooftop, e suas inúmeras vantagens para os condôminos, um espaço de lazer diferenciado que soma tantos atrativos, que vão muito além da vista diferenciada e maravilhosa.

Piscina, academia, espaços zen, lounge, espaço gourmet, transferidos para o topo do prédio, geram maior privacidade, menos poluição sonora, ambientes ao ar livre, geralmente com paisagismo e mobiliário aconchegante.

Desta forma, o lazer elegante, múltiplo, com oportunidades de áreas de relax, atividade física e encontro com pequenos grupos de amigos ou familiares, que se fizeram tão emergentes para a nossa saúde física e emocional.

Neste movimento, a Habitram lança o primeiro edifício residencial com Rooftop em Itapetininga, integrado ao lounge a ao espaço gourmet, em seu empreendimento Supreme Residence, revelando a importância de agregar ao morar bem, a busca pelo lado bom da vida dentro de casa, o bem-estar absolutamente necessário.

Um claro investimento em qualidade de vida, em você, acima de tudo!